in , ,

Saque EXTRA do Bolsa Família: 5 passos simples para aumentar valor do benefício em instantes

É possível conseguir 5 pagamentos extras se você recebe o Bolsa Família; Saiba como e descubra quais são

Bolsa Família é o maior programa de distribuição de renda do Governo Federal, atendendo mais de 20 milhões de famílias em 2023.

O seu objetivo é trazer mais qualidade de vida para as famílias brasileiras, garantindo acesso à renda para a sua subsistência. Dessa forma, o programa está em constante evolução, de forma a beneficiar os mais carentes.

Os benefícios complementares do Bolsa Família têm o objetivo de apoiar os diferentes integrantes em suas fases de vida. Por meio dele, o governo garante um complemento na renda de todos os beneficiários.

Bols Família é voltado para as pessoas de baixa renda (Reprodução: Internet)
Bols Família é voltado para as pessoas de baixa renda (Reprodução: Internet)

Benefício Primeira Infância (BPI)

O Benefício Primeira Infância (BPI) apoia os primeiros anos dos beneficiários do Bolsa Família. Dessa forma, se destina para as crianças que possuem até 6 anos de idade.

Através desse benefício complementar, o Governo Federal garante o pagamento de um bônus de R$ 150 para cada criança nessa faixa etária.

Benefício Variável Familiar (BVF)

Benefício Variável Familiar (BVF) atende as famílias de uma forma mais ampla. Isso porque atende três grupos:

  • Gestantes;
  • Crianças entre 7 e 12 anos de idade;
  • Adolescentes entre 13 e 18 anos incompletos.

O objetivo do benefício é apoiar as gestantes nessa fase importante de suas vidas, bem como a formação das crianças de adolescentes.

Benefício Variável Nutriz (BVN)

O Benefício Variável Nutriz (BVN) surge como um suporte para apoiar a chegada de um novo membro da família. Assim, é destinado para famílias com bebês de até 6 meses de idade.

O adicional para este benefício complementar do Bolsa Família é de R$ 50 a mais no pagamento mensal do benefício.

Benefício de Renda Complementar do Bolsa Família (BRC)

Todos os inscritos no Bolsa Família poderão garantir acesso a renda de qualidade por meio do Benefício de Renda Complementar (BRC). Isso porque ele surgiu para cumprir a regra que determina o pagamento mínimo de R$ 142 por cada integrante familiar.

A medida faz com que a distribuição de renda do programa tenha mais equidade. Isso porque quanto maior a família, maior será o valor do pagamento mensal.

Novo Bolsa Família (Foto: Reprodução, Gov)
Novo Bolsa Família (Foto: Reprodução, Gov)

Bolsa Complementar (BCO)

O Bolsa Complementar do Bolsa Família (BCO) é uma medida do Governo Federal para proteger as famílias menores. Isso porque, de acordo com a regra anterior (BRC), as famílias menores não alcançariam um valor satisfatório mensal.

Por isso, a BCO garante que nenhuma família receba menos do que R$ 600 por mês, independente do número de integrantes que possui.

Como receber o Bolsa Família em 2024?

Os pagamentos do Bolsa Família em 2023 já encerraram, mas os novos interessados já podem fazer o cadastro para receber o benefício em 2024.

Para participar, é necessário ter renda mensal de até R$ 218 per capita. Além disso, também é preciso fazer o cadastro no CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal para Benefícios Sociais).

Para se cadastrar no CadÚnico, o responsável familiar deve se dirigir ao CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) mais próximo da sua residência. Na ocasião, deve portar os seus documentos pessoais e um documento de cada pessoa que mora na mesma casa.

Após o cadastro, basta aguardar uma nova seleção do Governo Federal para começar a receber os pagamentos mensais.

The post Saque EXTRA do Bolsa Família: 5 passos simples para aumentar valor do benefício em instantes appeared first on TV Foco.

5 cores e cortes de cabelo que vão dominar 2024 e mais 6 cortes para se livrar totalmente do secador

Falência: Rival do Palmeiras e Flamengo come o pão que o diabo amassou, se afunda em dívidas e pode quebrar