in , ,

Falência: Rival do Palmeiras e Flamengo come o pão que o diabo amassou, se afunda em dívidas e pode quebrar

Situação crítica para um clube rival do Palmeiras e do Flamengo cai como bomba

Para aqueles que não sabem, o futebol é caracterizado como o ramo que mais movimenta dinheiro em todas as operações. Salários astronômicos, premiações milionárias e verdadeiros impérios, são realidades vividas pelos grandes clubes, mas que nem sempre conseguem seguir com o mesmo padrão.

E por falar nisso, é váido destacar que um rival do Palmeiras e do Flamengo parece ter tido problemas quanto a finanças e se encontra a beira da falência.

De acordo com informações do portal ‘Valor Investe’, o Botafogo, recentemente, submeteu ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, um plano de negociação extrajudicial com o objetivo de quitar uma dívida no valor de R$ 405 milhões.

O clube do empresário Jhon Textor, atualmente se encontra em negociação com os seus credores, incluindo empresas como Vale, empresa aérea TAM, Vivo, Uber, Novonor (ex-Odebrecht), Oi, entre outras.

Vale ressaltar que o plano de negociação extrajudicial, não passa de um acordo entre as partes devedoras e seus credores, que possui como principal objetivo chegar a um acordo para quitação das dívidas estabelecidas. O advogado especializado no assunto, Gabriel de Brito Silva, explicou sobre o processo que o Botafogo se encontra.

Bandeira do Botafogo - (Foto: Reprodução / Internet)
Bandeira do Botafogo – (Foto: Reprodução / Internet)

“Existem diversos métodos para a solução de litígios: mediação, arbitragem, conciliação e a negociação direta. Na recuperação extrajudicial, o instituto que se estabelece é o da negociação direta.”, disse Gabriel.

“Isso quer dizer que, nessa estrutura, o devedor entra em contato com cada um dos seus credores e tenta, com a apresentação do plano, persuadi-lo para adesão, no sentido de mostrar que o processo seria positivo.”, destacou ainda o advogado.

O advogado também explicou sobre a situação de falência do Botafogo. “A lei de falência se aplicará para os clubes que optarem por migrar sua estrutura societária para uma limitada, uma sociedade anônima do futebol [SAF]”, explicou Silva.

“E, em havendo falência, liquidam-se os ativos dessa sociedade. Aí qualquer indivíduo pode comprar marca e bens imateriais e dar seguimento da forma que achar conveniente”, concluiu o advogado.

Portanto, o clube corre o risco sim, de chegar até a falência, por se tratar de uma SAF. Entretanto, a situação não chega a ir tão longe, embora haja dívidas, o processo para liquidação das mesmas se dar devidamente através de acordo, uma vez que o clube não passou seus bens como penhora.

Jhon Textor, dono do Botafogo - (Foto: Reprodução / Internet)
Jhon Textor, dono do Botafogo – (Foto: Reprodução / Internet)

Quando o Botafogo volta a jogar?

O Fogão, que liderou por muito tempo o Campeonato Brasileiro, inicia com as programações para as próximas partidas que 2024 o espera. Dito isso, o clube retorna ao gramados em um duelo contra o Madureira, em uma partida pelo Carioca Série A, que acontecerá no dia 17 de janeiro.

The post Falência: Rival do Palmeiras e Flamengo come o pão que o diabo amassou, se afunda em dívidas e pode quebrar appeared first on TV Foco.

Saque EXTRA do Bolsa Família: 5 passos simples para aumentar valor do benefício em instantes

R$153 milhões em dívidas, calote de clientes e falência: O adeus de 3 supermercados gigantes