in , ,

Falência e R$100 milhões em dívidas: O fim devastador de operadora, rival da Claro, após sucumbir à crise

O fim devastadora de operadora rival da Claro

Abrir um negócio não é uma das tarefas mais fáceis do mundo. Isso porque uma série de situações podem levar ao fim de um grande empreendimento. Dessa vez, citaremos o exemplo do desfecho devastador de uma operadora, rival da Claro, que teve a falência decretada.

Aliás, estamos falando a respeito da empresa de telecomunicações chamada Unicel, anteriormente conhecida como Aeiou, surgiu no mercado em 2008 com uma série de promessas que despertaram grande interesse entre os consumidores. A operadora saiu do mapa e deixou muitos na mão.

Segundo informações do portal Valor, a jornada da empresa foi marcada por obstáculos que levaram à sua falência. Logo nos primeiros meses após seu lançamento, a rival da Claro começou a enfrentar problemas recorrentes em relação à qualidade do sinal fornecido aos seus clientes.

No ano de 2011, a empresa simplesmente virou fumaça. Em esfera judicial, o destino da empresa, de seus acionistas e executivos também ficou no desconhecido. Ações contra a Aeiou – incluindo pedidos de falência – tramitavam com lentidão porque os oficiais de Justiça não conseguiam notificá-la.

A operadora pertencia à família do empresário José Roberto Melo da Silva e entrou em atividade após longa disputa com a Anatel, prometendo investir US$ 120 milhões (quase R$ 500 milhões). A companhia também faltou com pagamentos das  licenças adquiridas em leilões promovidos pela Anatel em 2005 e 2007.

Nos dois casos, a empresa pagou a parcela inicial (10% do total), mas não quitou as seis prestações restantes. O montante que ainda teria a pagar beira os R$ 100 milhões. Por causa das dívidas, a Unicel foi inscrita no cadastro de inadimplentes do governo federal (Cadin).

Operadora de celular, rival da Claro, foi a falência (Foto: Reprodução/ Internet)
Operadora de celular, rival da Claro, foi a falência (Foto: Reprodução/ Internet)

Como a operadora foi a falência?

A rival da Vivo teve que enfrentar uma competição feroz com outras grandes operadoras de telecomunicações, que já possuíam uma base sólida de clientes e uma infraestrutura estabelecida. Dessa forma, a empresa lutou para conquistar uma fatia significativa do mercado e atrair novos clientes.

Diante da realidade, os clientes começaram a migrar para concorrência, o que afetou a receita da rival da Vivo. A operadora não conseguiu reverter sua situação financeira. A empresa foi obrigada a entrar com um pedido de falência e deixou todo mundo chocado com seu final trágico.

Operadora de celular, rival da Claro, foi a falência (Foto: Reprodução/ Internet)
Operadora de celular, rival da Claro, foi a falência (Foto: Reprodução/ Internet)

The post Falência e R$100 milhões em dívidas: O fim devastador de operadora, rival da Claro, após sucumbir à crise appeared first on TV Foco.

Luto urgente HOJE (20): Atriz aclamada no Brasil morre após luta contra o câncer: “É com grande tristeza”

Quase R$ 400 a mais e 4 benefícios EXTRAS: Aumento do Bolsa Família acaba de chegar para milhões em OUTUBRO