in , ,

“Valor adicional”: O anúncio de Tralli no JH ao confirmar EXTRA do Bolsa Família às pressas e cravar 3 alertas

Tralli deu alertas importantes aos beneficiários

O Bolsa Família é o principal programa de transferência de renda do Governo Federal. Sendo assim, o benefício alcança milhares de brasileiros e qualquer informação sobre o mesmo causa extrema atenção dos interessados e César Tralli, titular do Jornal Hoje sempre deixa os telespectadores bem informados sobre isso.

Inclusive durante o noticiário da Globo, o jornalista deu 3 alertas fundamentais, sendo um deles para que os beneficiários pudessem recuperar o benefício, caso o mesmo esteja bloqueado.

SAIBA MAIS! R$ 800, nova lei de antecipação anunciada na Globo e vale carne: Bolsa Família tem 3 vitórias em março

Isso porque o Governo Federal havia identificado que 1,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família estavam com suspeitas de irregularidades e tinham 60 dias para regularizar o pagamento.

O outro alerta foi afirmando que o Governo “Vai revisar” todos os benefícios unipessoais para que possa fazer uma varredura, caso tenha irregularidades.

Ocorre que ter inconsistências no cadastro, como renda diferente da informada pela família no CadÚnico é outro ponto que faz o benefício ser bloqueado e futuramente cancelado definitivamente.

Não existe restrições, no Bolsa Família, a quem mora sozinho. O que não pode é dizer que mora só, mas dividir a casa com o restante da família. Foi isso que o Governo Lula atacou.

Portanto se você teve o benefício bloqueado e realmente mora sozinho, basta ir até o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, para fazer a atualização no Cadastro Único, conforme comunicado divulgado pelo Governo.

César Tralli no JH, da Globo / Cartão do Bolsa Família - Montagem TVFOCO
César Tralli no Jornal Hoje e Cartão do Bolsa Família (Foto: Reprodução / Globo / Gov)

QUAL É O BENEFÍCIO EXTRA ANUNCIADO NO JH?

César Tralli também deu informações sobre o benefício. Em junho de 2023, o âncora anunciou alguns adicionais que o programa passaria a pagar.

“O Bolsa Família começa a pagar hoje um adicional a crianças e adolescentes de até 18 anos incompletos e também gestantes”, afirmou o jornalista.

A reportagem do Jornal Hoje explicou na época, que o programa passaria a pagar R$ 50 reais a mais por cada filho como “Valor adicional”. O valor integral passou para R$ 705 para quem cumprir todos os requisitos.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, 2.456.576 adolescentes passaram a receber esse adicional do Bolsa Família.

César Tralli também criticou quem recebe o benefício injustamente. “Tem que combater fraude para pagar o benefício para quem precisa e merece”, destacou.

A principal regra é de que a renda por cada pessoa da residência seja de, no máximo, R$ 218 por mês. Para fazer a solicitação, é necessário estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais.

Novo benefício do Bolsa Família ajuda crianças e adolescentes (Foto: Reprodução/TV Globo)
Novo benefício do Bolsa Família ajuda crianças e adolescentes (Foto: Reprodução / Globo)

QUAL É O CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS DO BOLA FAMÍLIA EM MARÇO?

O calendário de pagamentos para março de 2024 foi organizado com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário, seguindo as seguintes datas de acordo com informações do portal UOL:

  • NIS final 1: 15 de março;
  • NIS final 2: 18 de março;
  • NIS final 3: 19 de março;
  • NIS final 4: 20 de março;
  • NIS final 5: 21 de março;
  • NIS final 6: 22 de março;
  • NIS final 7: 25 de março;
  • NIS final 8: 26 de de março;
  • NIS final 9: 27 de de março;
  • NIS final 0: 28 de de março;
https://youtu.be/Hwi6VbIa2EA?si=oZdAkS6dV9LlnGAv

The post “Valor adicional”: O anúncio de Tralli no JH ao confirmar EXTRA do Bolsa Família às pressas e cravar 3 alertas appeared first on TV Foco.

Soda cáustica e risco grave à saúde: A proibição urgente da Anvisa contra marca de suco e situação atual

Lucro de 3 mil e valor mínimo em VIGOR: Idosos com 60+ recebem 2 comunicados da poupança no Banco do Brasil