in , ,

Bactéria mortal e pelo de rato: A proibição da ANVISA contra 3 produtos amados pelas donas de casa

O órgão bateu o martelo e determinou a proibição dos produtos queridinhos

Sempre preocupada com bem-estar da população e com o papel essencial de promover a segurança de todos quando o assunto diz respeito a higiene de produtos e serviços, a ANVISA entrou em cena mais uma vez. Acontece que o órgão determinou a proibição contra 3 produtos amados pelas donas de casa.

O primeiro produto se trata de um tempero que todo brasileiro ‘arretado’ não dispensa: a pimenta-do-reino. Segundo o portal ‘Vigilância Sanitária de Santa Catarina’, o produto da marca Fã foi arrancado das prateleiras pela RESOLUÇÃO-RE Nº 504, DE 07 DE FEVEREIRO DE 2024, D.O.U. de 08/02/2024.

A agência determinou o recolhimento do lote nº 0892308 da pimenta-do-reino preta moída pura, da Junco Industria e Comércio Ltda. A medida se deu pela presença de Salmonella spp, segundo Laudo de Análise Fiscal Definitivo nº 2140.1P.0/2023, do Laboratório Central de Minas Gerais (Fundação Ezequiel Dias).

Segundo o portal Gov.com, a Salmonella pode causar dois tipos de doença: salmonelose não tifóide e febre tifoide. Em alguns casos, os sintomas podem levar até mesmo à morte.

Pimenta do reino de famosa marca descumpriu as normas da Anvisa (Foto: Reprodução/ Internet)
Pimenta-do-reino de famosa marca descumpriu as normas da Anvisa (Foto: Reprodução/ Internet)

Outro produto queridinho pelas donas de casa e barrado pela ANVISA foi a canela em pó moída. No dia (03) de maio de 2023, a mesma fonte informou a autarquia vincula ao Ministério da Saúde publicou a RESOLUÇÃO-RE Nº 1.533, D.O.U. de 04/05/2023.

O documento suspende a distribuição, comercialização, propaganda e uso do lote nº 015, validade 21/12/2023, do produto Canela Moída, marca Arruda. Tudo aconteceu após a identificação de 15 fragmentos de pelo de roedor, no lote nº 015, validade 21/12/2023, após Laudo de Análise nº 1806.1P.0/2022 (definitivo) emitido pela FUNED/MG.

Canela moída foi barrada pelo órgão (Foto: Reprodução/ Internet)
Canela moída foi barrada pelo órgão (Foto: Reprodução/ Internet)

Por sua vez, o terceiro produto queridinho das donas de casa proibido pela ANVISA se trata do Sal. Por meio da RESOLUÇÃO-RE Nº 736, DE 7 DE MARÇO DE 2023, a autarquia determinou o recolhimento do produto Sal Refinado Iodado, marca Cristal Branco, da empresa Refinaria de Sal Salinas Ltda, CNPJ nº 31.899.270/0001-00.

De acordo com a mesma fonte, a proibição se deu pelo Laudo de Análise Fiscal Definitivo nº 126.1P.0/2022, do Laboratório Oficial Adolfo Lutz, com resultado insatisfatório para o teor de iodo (abaixo do mínimo estabelecido).

ANVISA acaba de baixar proibição em marca de SAL - Foto: Reprodução/Internet
ANVISA proibiu marca de SAL tradicional – Foto: Reprodução/Internet

Quando a Anvisa foi fundada?

Tido como um dos principais órgãos quando o assunto se trata de qualidade de produtos e serviços, a Anvisa foi fundada no dia (26) de janeiro de 1999, e se tornou a principal responsável por fazer o monitoramento dos produtos que serão comercializados nos mercados e farmácias.

The post Bactéria mortal e pelo de rato: A proibição da ANVISA contra 3 produtos amados pelas donas de casa appeared first on TV Foco.

Lucro de 3 mil e valor mínimo em VIGOR: Idosos com 60+ recebem 2 comunicados da poupança no Banco do Brasil

ADEUS: Anvisa proíbe às pressas produto popular entre as donas de casa e retira todos das prateleiras